Já pensou em hospedar um intercambista? Todos sabemos que o enriquecimento cultural é uma das chaves para que os jovens possam construir um futuro melhor.

Apesar de a internet promover uma aproximação sem precedentes entre pessoas de vários países, nada substitui o bom e velho contato humano.

Mas como promover essa troca cultural na rotina dos filhos?

Uma boa maneira de fazê-lo é recebendo um estudante estrangeiro na sua casa. Ao hospedar um intercambista, você não só ampliará a bagagem cultural de seus filhos como, a sua. Você também, aprenderá muito com esse novo membro na família.

Quer saber como isso acontece?

Confira abaixo as cinco vantagens exclusivas de hospedar um intercambista!

1. A união familiar será reforçada

Quando um estudante estrangeiro chega ao seu lar temporário é normal que ele fique um pouco constrangido de início. Afinal, tudo é muito novo e existe uma enorme expectativa em jogo.

Para acolher o intercambista com o máximo de naturalidade, é essencial que sua família esteja mais unida do que nunca. Assim, o estudante não se sentirá um fardo na vida de vocês e poderá, aos poucos, se adaptar à nova realidade.

Por isso, não se preocupe em construir um cômodo a mais para hospedar o  intercambista. O ideal é que ele possa dividir o quarto com seus filhos para que o processo de acolhida seja o mais rápido e espontâneo possível.

2. O aprendizado será constante

Do café da manhã ao jantar, cada minuto passado com o jovem estrangeiro é uma oportunidade de conhecer mais sobre as tradições, costumes e língua oficial do seu país de origem.

Essa convivência com uma pessoa de hábitos tão singulares fará do seu lar uma verdadeira sala de aula cultural. Além de ganhar mais confiança em um idioma estrangeiro, seus filhos aprenderão valores importantes para sua formação como cidadãos em um mundo globalizado, como a tolerância e o respeito à diversidade, por exemplo.

3. A troca de conhecimento será recíproca

Da mesma maneira que vocês vão conhecer um novo modo de enxergar a vida, o intercambista também descobrirá um mundo diferente quando entrar na sua casa.

Isso significa que sua família terá um papel fundamental no intercâmbio do estudante. Vocês apresentarão a escola onde ele aprenderá a Língua Portuguesa, as comidas e festas típicas da cidade e do país.

Também caberá a vocês ensinar algumas nuances na maneira como utilizamos o português no dia a dia. Lembrem-se que as gírias fazem parte do vocabulário jovem.

Ou seja: vocês serão a referência do estudante estrangeiro sobre como é viver no Brasil. É uma responsabilidade e tanto, não é mesmo?

Nesse momento, você poderá ficar tranquilo: haverá profissionais e voluntários preparados para dar o suporte necessário na hora de hospedar um intercambista.

4. A família terá um integrante a mais para a vida inteira

Os laços criados durante um intercâmbio não são desfeitos quando chega a hora do estudante voltar para sua terra natal. Muito pelo contrário: o convívio é tão impactante que o relacionamento continua firme e forte anos a fio.

Essa possibilidade de ter um “irmão” no exterior, alguém com quem compartilhar um vínculo de amizade será determinante para o desenvolvimento social dos seus filhos, que ficarão mais à vontade em uma sociedade cada vez mais conectada e complexa.

5. A experiência trará resultados imediatos

A partir do momento que você acolher um intercambista em casa haverá um círculo virtuoso a curto, médio e longo prazos.

O primeiro efeito que você notará será a rápida proximidade entre seus filhos e o estudante estrangeiro. Afinal eles passarão muito tempo juntos. O segundo será a maturidade que eles ganharão durante a vivência diária do intercâmbio.

Por último, mas não menos importante, o recebimento de um estudante estrangeiro promoverá uma profunda transformação na maneira como seus filhos veem o próprio futuro.

A tarefa de hospedar um intercambista pode até dar um frio na barriga nos primeiros dias. No entanto, esse sentimento vai sumindo gradativamente conforme vocês constroem um relacionamento amigável e amoroso — assim como toda família deve ter.

No fim das contas, hospedar um intercambista é ter as portas abertas para o mundo!

E aí, ficou alguma dúvida? Clique aqui para ter mais informações sobre o Programa de Recebimento do AFS 🙂

Tem alguma experiência para compartilhar com a gente? Vamos amar conhecer a sua história! Clique aqui e compartilhe.