Durante a nossa trajetória de mais de 100 anos no mundo, tivemos a oportunidade de acompanhar diversas transformações na vida das pessoas. Acreditamos que viver, estudar e se voluntariar ao redor do mundo e em comunidades multiculturais transforma vidas, prepara cidadãos globais e empodera os agentes de mudança.

Quer saber como? Então, confira abaixo 5 benefícios de viver uma experiência intercultural com o AFS!

#1 – Você se tornará mais confiante e flexível e aprenderá a lidar com desafios e encarar essas experiências como oportunidades de crescimento pessoal.

“Conheci meus limites, minhas dores, minhas capacidades. Entrei em contato com vários extremos de mim que eu não fazia ideia que existiam!” – Bianca Noé, AFSer na Dinamarca (High School)| Confira a história da Bianca clicando aqui.

#2 – Desenvolverá uma percepção mais profunda sobre sua cultura de origem e sobre a cultura do país hospedeiro.

“Ser a única pessoa a falar a língua portuguesa aqui não é fácil, mas o desafio cotidiano em comunicar-me, tentando expor um pouco mais sobre mim, nossa cultura e compreender mais sobre esse povo, que é tão amigável, fazem as dificuldades parecerem ínfimas.” – Rennan Rojas, AFSer na Dinamarca (Trabalho Voluntário)

#3 – Descobrirá novas maneiras de solucionar problemas, comidas exóticas, esportes desafiadores, estilos de música.

“Eu fui com duas outras intercambistas pra uma cidade aqui na Bélgica, chamada Luik (ou Liège), e já começamos mal pois nenhuma de nós conseguia ler o mapa e pedir informações (quase ninguém falava inglês e/ou holandês), começamos a ficar nervosas e o tempo ia passando e nós não tínhamos visto quase nada. Depois de uns 30 minutos discutindo o que iríamos fazer, resolvemos jogar o mapa no lixo (sim, hahaha) e só seguimos andando, acabamos descobrimos um dos lugares mais lindos que eu já vi até hoje, duas pontes e um canal maravilhoso, com uma vista da silhueta da cidade ao pôr do sol. Voltando pra estação de trem, percebemos que se continuássemos com o plano do mapa, jamais chegaríamos lá e terminaríamos brigando e voltando pra casa estressadas. Não digo que você não deve planejar suas viagens, pelo o contrário, faça isso, mas se algo sair errado, não se estresse tanto ao ponto de estragar o momento e tente fazer o melhor disso, explore outras coisas que não estão no roteiro e faça a sua viagem melhor ainda. Tenho orgulho de ser AFSer e fazer parte dessa família!” – Yasmin Polli, AFSer na Bélgica Flandres (High School) 

#4 – Aprenderá outro idioma e reforçará as suas competências linguísticas.

“Estou em Cardiff estudando inglês pelo programa 18+ e gostaria de parabenizar o AFS Brasil por essa parceria com a Celtic English Academy. As aulas têm sido maravilhosas, o ambiente é confortável e acolhedor, e os professores sempre preocupados com o nosso aprendizado. Não é por menos que a escola é reconhecida pela sua qualidade. Os galeses são encantadores e gentis, ouvir de qualquer desconhecido um “Have a nice day, my love”, mostra o quão amáveis eles são.
Tivemos a primeira sessão do GCC (Global Competence Certificate) pós-chegada, com todos os participantes do AFS que estão aqui, falamos sobre as primeiras impressões que tivemos da cidade e das pessoas, e como estamos lidando com as diferenças. Ter assistido aos vídeos antes dessa sessão foi importante pra entender o que estava nos esperando, além de ter tornado a sessão presencial mais dinâmica e menos cansativa.” – Dandara Marinho, AFSer em Cardiff (Curso de Inglês)

Clique aqui e confira o vídeo que a Dandara fez dando seu feedback sobre o programa (:

#5 – Aperfeiçoará sua compreensão tornando-se mais tolerante ao lidar com diferentes culturas, etnias, religiões etc.

“A experiência de um intercâmbio não é só olhar para uma cultura ou observar uma outra forma de vida. Falando sobre a minha jornada, que, em um tiro no escuro eu fui a primeira brasileira que foi pelo AFS para a Índia, essa experiência é a de se distanciar. Não é o de exclusão, mas o de se colocar em outra situação. Distanciar-se de você, dos valores que você sempre carregou, e de cumprir uma difícil missão de não julgar a crença do outro. Ainda que num mundo globalizado, descobri que tem muito canto para se encontrar e conhecer.” – Olívia Freitas, AFSer na Índia (High School)

Gostou? Então escolha seu destino e viva uma experiência transformadora com o AFS!