O AFS Brasil vem construindo, ao longo dos seus 60 anos de atuação, comemorados em 2016, uma relação de transparência,  contribuição mútua e foco em transformações com seu público-alvo.

Diante desse posicionamento, estamos lançando nosso Relatório de Impacto 2016, com o objetivo de levar informações e conteúdos das ações que realizamos no último ano a todos que contribuem com a causa do AFS.

Essa história pode ser contada por meio do impacto, sejam através de números ou depoimentos dos protagonistas do trabalho do AFS, pessoas engajadas e dispostas a contribuir umas com as outras para que o mundo seja mais justo e pacífico.

Desejamos uma ótima leitura e que os textos e imagens possam transmitir todo o entusiasmo e o prazer que cada um de nós teve em cada atividade, cada projeto, cada encontro que realizamos.

Nosso time está feliz com os resultados de 2016, mas com um olhar nos desafios e avanços que iremos realizar em 2017.

Andreza Martins, Diretora Nacional do AFS Brasil

O AFS Intercultura Brasil

01-fotocapa1

Quem somos

Somos uma organização educacional, internacional, voluntária, não-governamental e sem fins lucrativos. Membro do AFS Intercultural Programs, antigo American Field Service, uma das maiores e mais sérias organizações de intercâmbio do mundo. Acreditamos que é possível transformar o mundo em um lugar com mais paz e justiça desenvolvendo pessoas por meio de experiências interculturais .

Nossa missão

Oferecer oportunidades de Aprendizagem Intercultural para contribuir com as pessoas no desenvolvimento do conhecimento, das habilidades e do entendimento necessários para criar um mundo com mais justiça e paz.

60 anos de história

AFSWC16

O AFS Brasil tem muito do que se orgulhar, afinal, chegamos aos 60 anos de atuação, desenvolvendo o voluntariado, promovendo a educação e a cidadania global. Neste ano de comemorações, sediamos o Congresso Mundial do AFS, em que a rede global se reuniu para desenhar estratégias que cresçam nossa relevância e impacto diante das realidades e desafios do mundo atual.  No Congresso foram debatidas temáticas referentes ao futuro do AFS e suas sinergias com as questões de educação e promoção da cidadania global.

Diante desse cenário, AFS Brasil assumiu para si esse desafio e vem reforçando suas estratégicas educacionais, agregando novos elementos e parceiros para o alcance dos objetivos.

Conectando nossa história

Em 2016, em parceria com o Museu da Pessoa, foi realizado um importante projeto de valorização e divulgação da história da Instituição nesses 60 anos.

O projeto nasce da sinergia de duas organizações que acreditam que por meio da valorização da diversidade e da história de cada pessoa é possível contribuir para uma cultura de paz. Para marcar mais uma nova década do AFS no Brasil, contamos com 41 depoimentos de História de Vida que trazem à luz a essência do AFS: “conectar vidas e compartilhar culturas”.

Dessa coletânea de histórias nasce o livro dos 60 anos, que tem como objetivo ser um registro dos momentos que revelam o poder da nossa causa e do efeito AFS na vida de cada um. Além disso, possibilita a todos conhecerem a memória e a trajetória percorrida pelo AFS Brasil até aqui.

Veja aqui nossa coletânea de histórias.

Nosso compromisso

Nestes 60 anos de atuação, o AFS Brasil vem desenvolvendo ações através de 3 (três) eixos:

Recebemos e enviamos centenas de estudantes e jovens que, ao acreditarem na filosofia da AFS, vivenciam o intercâmbio em suas repletas formas de aprendizado. Temos uma frente voltada para adolescentes, com programas escolares e de férias, e também  uma frente voltada para oportunidades de intercâmbio cultural para adultos.  Afinal, temos toda a vida para embarcar em novas descobertas.

Dentro dessa experiência, envolvemos as famílias hospedeiras, que encontram na prática da acolhida um programa de aprendizado intercultural sem sair de casa.

Outro protagonista desse eixo são as instituições e escolas que desenvolvem a cidadania global por meio da parceria com o AFS, que traz materiais, capacitações e uma nova experiência de mundo através de um participante estrangeiro.

Nossos números

Onde estamos

Os comitês do AFS Brasil estão organizados em 10 regiões, responsáveis por gerenciar as operações de seus comitês integrantes.

O AFS está presente em mais de 100 cidades em todo o Brasil. Nos organizamos em 10 regiões, responsáveis por gerenciar as operações de seus comitês integrantes. Clique aqui e veja todas as cidades onde estamos presentes.

Brilho nos olhos – O Voluntário AFS

O AFS realiza um programa de voluntariado de grande sucesso e credibilidade. São os voluntários, cada qual em suas cidades, que constroem as bases e os alicerces que refletem a sólida instituição que somos há 60 anos.

A cada ano, mobilizamo-nos a fim de multiplicar nossa causa para mais pessoas, e o voluntário tem papel fundamental nesse objetivo. São eles que estão ligados diretamente aos nossos estudantes, instituições,  escolas e famílias hospedeiras.

O AFS Brasil reconhece toda a dedicação e engajamento e disponibiliza cada ano mais mecanismos de formação,  experiências de educação, responsabilidade social e canais de diversos conteúdos,  para que o nosso voluntário esteja cada vez mais conectado com as tendências mundiais e os desafios que nós, como instituição educacional, internacional e sem fins lucrativos, temos a cumprir.

Cidadãos globais

Em comemoração aos 60 anos e dando início a novas estratégias para a promoção da cidadania global para um número ainda maior de jovens, foi realizado, em outubro, na Biblioteca Parque, no Rio de Janeiro, o projeto Efeito+, com fórum e oficinas para a cidadania global. O objetivo foi reunir estudantes do Ensino Médio de diferentes regiões e realidades para discutir os Objetivos Sustentáveis da ONU.

O AFS Brasil atua em consonância com organizações e pactos internacionais, promovendo a união das forças para a construção de um mundo com uma sociedade mais justa e democrática. Buscamos contribuir na formação desse cidadão global de forma a provocar o pensamento crítico e a atitude positiva diante dos desafios sustentáveis da humanidade hoje.

No evento, especialistas em temas ligados aos ODSs e também membros do AFS internacional tiveram contato com jovens cariocas que puderam ter a oportunidade de adquirir conhecimentos e produzir opiniões e troca de experiências nas oficinas realizadas pelos voluntários do AFS e do CISV.

Em homenagem à cidade do Rio de Janeiro, realizamos um concurso de fotografia, Meu Mundo Meu Rio, em que os estudantes enviavam fotos e textos que demostravam sua visão de algum espaço da cidade. Os destaques foram reconhecidos pelo artista plástico Vike Muniz, numa celebração também ocorrida na Biblioteca Parque.


Outra ferramenta importante lançada em 2016 foi uma plataforma online de formação – Global Competence Certificate. Essa formação consiste num programa Educacional de Desenvolvimento de Competências Culturais, que são consideradas um diferencial essencial para as pessoas que se destacam no século 21.

Redes e Estratégias de Parceria

Visando cada vez mais nos aproximar de instituições que possam contribuir com os objetivos do AFS no que se refere à Cidadania Global, assinamos termos de parceria com o CONIF (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica) e a Rede Uno, a fim de construirmos interações para os estudantes e também para a formação dos educadores.

Parceria com o Centro Integrado de EstudosProgramas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds), na  inclusão  de  estudantes do projeto Jovens Jornalistas no  Fórum para a Cidadania, cobrindo jornalisticamente o evento e também viabilizando a participação desses jovens nas  oficinas.

Estamos sempre buscando ir ao encontro de instituições que possam contribuir, acrescentar dimensões  e iniciativas em prol do desenvolvimento das competências globais no cenário da  educação no Brasil.

 

Transparência e Qualidade

O AFS busca sempre aprimorar sua atuação. Para tal, conta com uma equipe técnica multidisciplinar que trabalha em alinhamento com os voluntários, conselhos e AFS internacional, para o alcance dos objetivos.

Em 2016, para fortalecer a transparência e eficiência, o AFS buscou a Certificação da ISO 9001.

Outra iniciativa, em 2016, foi a consolidação da área de captação e projetos estratégicos que visa fortalecer a sustentabilidade organizacional, a performance e o relacionamento institucional do AFS frente ao meio educacional e de investimento social.

O Efeito AFS é para todos

Cresce o número de estudantes que tem o sonho de ter uma experiência de intercâmbio. O AFS, pioneiro em promover essa experiência entre jovens, vem buscando parceiros e recursos para viabilizar essa realização para ainda mais jovens que não possuem condições financeiras.

O AFS mantém um fundo de bolsas próprio com o qual distribui bolsas regionais a cada ano. Temos também parceiros patrocinadores empresariais.

Desde 2011, temos como parceiros a BP Combustíveis, que por meio do Programa Global Citizens of tomorrow, propôs-se a premiar estudantes com alto desempenho em Ciências, Matemática, Tecnologias, áreas importantes para a indústria de energia, objetivando dar a esse aluno a oportunidade de construir uma consciência intercultural e  o aprendizado de uma segunda língua.

Também temos como parceiros a empresa Exxon, com bolsas corporativas para seus colaboradores, e o empresário Eduardo Naufal, com sua Instituição Onda Doce, que realizam o investimento em bolsas, para localidades específicas, que são parte de sua história de vida.

Em 2016, foram concedidas 33 bolsas de estudo.

Fazer a diferença!

Atualmente, sendo um parceiro importante para o AFS, o empresário Eduardo Naufal já patrocinou 6 (seis) bolsas para estudantes brasileiros de baixa renda e com excelência em desempenho escolar. Por meio desse patrocínio, esses jovens têm a oportunidade de ter suas vidas transformadas pela educação e pela cidadania global, como aconteceu com o próprio empresário.

“Em 1981, então com 16 anos, fui morar em Seattle, WA, nos EUA, por um ano, fazendo intercâmbio. Foi depois de muita insistência com meu pai, que não queria que eu ficasse um ano longe. Naquela época, ainda não existia telefone celular. Fiz o intercâmbio e  foi uma experiência incrível. Eu tive muita sorte com as famílias que me hospedaram. Esforcei-me bastante para aprender inglês, pois meu nível era bem básico, mas voltei um ano depois falando e escrevendo muito bem. Isso possibilitou minha entrada no mercado onde atuo até hoje, que é o de corretagem de commodities agrícolas, sendo que me dedico ao açúcar, nos últimos 20 anos, tornando-me o maior do mundo nesse setor.  A criação do Instituto Onda Doce vem do desejo de retribuir as graças que a vida me deu e de tentar fazer a diferença na vida de alguns jovens que, sem ajuda, não teriam chance de desenvolver todo seu potencial.”

A transformação de cada um

A nossa missão só pode ser cumprida, quando cada indivíduo assume seu papel nesse desafio.

Nas estratégias de intercâmbio, é necessário ter estudantes dispostos a viver a experiência,  escolas e educadores voltados a construir essa experiência e família hospedeiras que acreditem na proposta e abram suas casas, suas vidas e seus corações para receber esses jovens e contribuir para que eles se tornem seres humanos mais justos,  mais abertos às diferenças.

“Tommaso me deu a oportunidade de ser pai em senso pleno, de levá-lo à escola todos os dias às sete da manhã, aos jogos de basquete em Jaguariúna nas tardes de terças e quintas, de buscá-lo à noite nas festas com os colegas nos fins de semana, de participar de sua vida como se realmente fosse meu filho. Tive a oportunidade de ensiná-lo nossa fonética, de aperfeiçoá-lo em nossa gramática, de instigá-lo a conhecer melhor nossas tantas realidades. Ele foi um filho exemplar durante todos esses meses, viajou conosco para diversos estados. Participou de nossas alegrias e de nossas tristezas, de nossa vida. Desde o primeiro dia, ele se esforçou nos estudos ao ponto de nos  fazer orgulhar por ser um dos melhores alunos de sua classe, senão o melhor. O impacto maior será a falta que ele fará em nosso cotidiano, o vazio que ficará em seu quarto, os diálogos  e conversas que  que não mais teremos durante nossas refeições. Tommaso será sempre um filho para mim e espero  muito que ele volte logo, pois ele deixará imensa saudade! ” – Caio Millani, voluntário AFSer

Nas estratégias de eventos e projetos educacionais, precisamos de parceiros e participantes que tomem a causa para si e aceitem o desafio de ser um agente de mudança.

O mais valioso é que essa transformação acontece para todos, independentemente do formato no qual ela será realizada. Quem assume esse compromisso escolhe ter sua vida transformada, escolhe fazer parte da construção de cidadãos globais, que, no futuro, serão nossos representantes no mundo.

Carta da Presidente

Desafio Aceito

Nós, aqui no AFS, somos movidos por desafios e objetivos que estejam alinhados com a nossa missão. Para tal, vamos buscar, para 2017, construir ainda mais parcerias,  criar ainda mais oportunidades e provocar em cada pessoa com que temos relacionamento, a vontade de ir ao encontro do outro, de ir ao encontro do que é possível realizar frente às realidades que vivemos diariamente.

Somos uma instituição educacional que busca a formação de cidadãos globais e, como já mencionou nosso presidente Daniel Obst, a geração Z está ainda mais interessada a adicionar o “global” à sua identidade, e é isso que vamos trabalhar para garantir!

Olga Leite, Presidente do AFS Brasil

Doadores 2016

Produção do livro

Advanced Corretora de Câmbio
Belo Viagens e Turismo Ltda
Eduardo Henrique de Araújo Feio
Gustavo Tittoto
Larissa Silva
Leonice Passos
Luciano Dias Bicalho Camargos
Rodrigo Pereira Marques de Azambuja
Sandra Santos
Valdir Rocha
WST Agência de Viagens e Turismo

Bolsas de intercâmbio

Eduardo Naufal

Fundo Nacional de Bolsas

Advanced Corretora de Câmbio
Alcione Nascimento
Belo Viagens e Turismo Ltda
Deise Dutra
Diva Martinelli
Juliana Freitas
Lucas De Ross Welter
Mario Aguiar
Sharon Aillen Held

Centro de Memória Virtual

Carmem R. Gardin dos Santos
João Gomes
Marcos Luis Lopes
Rafael Tannus
Valdir Rocha

Demonstração contábil 2016

Demonstração contábil é o resultado do ano fiscal do AFS, após a auditoria externa.

Faça o download